fbpx

Home Office: como se adaptar a esta nova rotina imposta pela pandemia de coronavírus

Ter um horário estabelecido para acordar, chegar no trabalho, fazer o intervalo de almoço e voltar para casa ainda é a realidade da maioria dos trabalhadores brasileiros.
Há alguns dias, depois da orientação do Ministério da Saúde e de decretos estaduais e municipais que obrigaram empresas de serviços não essenciais a fechar as portas para conter a transmissão do coronavírus, muita gente foi surpreendida.
Além do distanciamento social, um outro desafio apareceu: manter o rendimento profissional mesmo dentro de casa e, muitas vezes, precisando conciliar esta com outras atividades.

O deputado Tião Medeiros conta que, em outras situações, teve a oportunidade de trabalhar de forma remota, mas destaca que este momento é exclusivo e que pode sim ser positivo.

”É uma experiência nova para mim, da mesma maneira que eu acho que inaugura para muita gente e para sociedade brasileira uma mudança nos conceitos de trabalho, de que é possível trabalhar de casa e que pode ser tão produtivo ou mais”, avalia Tião Medeiros que fica on-line e disponível nas redes sociais para dar conta das reuniões pela internet, das Sessões Plenárias da Assembleia Legislativa e de outros assuntos profissionais.

“Eu tenho ficado à disposição, trabalhado do computador e tenho tido bons resultados”, conta.
O parlamentar acredita que este momento inaugura um novo modelo de trabalho.

“Menos custoso para o empresário, para o profissional liberal. Acredito que isso vai se tornar uma regra muito mais que uma exceção. Por isso, eu digo que é um momento de aprendizado. Todas estas atividades nos trazem um aprendizado seja do ponto de vista da saúde pública, da ação coletiva e também do trabalho domiciliar”.

A psicóloga Daniela Leluddak explica que essa já é uma tendência do mundo atual e que a pandemia da Covid-19 tem reforçado a alternativa para que as atividades não parem completamente.
Leluddak destaca que para quem nunca teve essa experiência, organizar-se é o primeiro passo.
”Organizar-se para tal. Pode parecer estranho mas para algumas pessoas ter o compromisso de entrar no trabalho a tal hora faz com que ele se organize para se levantar, se trocar, programar o funcionamento da casa e por ai vai. Uma vez que você trabalhe de casa isso pode não ser tao programado e organizado e ao meu ver esse é o maior problema. As pessoas podem não criar uma rotina é isso pode prejudicar e muito o resultado de um trabalho em home office”.

A psicóloga completa: “É importante ter um processo para o inicio de uma diária de trabalho home office, a que horas deve parar para descansar, quanto tempo de almoço e quando vai parar. Sempre teremos algo a mais para fazer, mas qual é o seu limite? O que para você seria um dia produtivo? Perguntas como essa devem ser feitas por todos nós e respondidas para não ficarmos improdutivos e sem limites em qualquer lugar de trabalho”, explica a profissional que, diz ainda, que este não é um problema apenas de pessoas ansiosas.
“As ansiosas sem duvida podem ter uma dificuldade em operacionalizar, mas não são elas apenas que podem ter problemas. Aqueles que são mais calmos e procrastinam também podem ser o problema. Sendo assim, o que você pode fazer para ser mais produtivo?”, pegunta Lelludak como forma de reflexão.

Por fim, a especialista em aprimoramento de carreiras e de equipes dá algumas dicas de comportamentos e ferramentas que podem ajudar durante este período.

“Mantenha o foco no que você precisa fazer e faça.
1 – Escolha ferramentas de comunicação e recebimento de material que agilize e não trave o trabalho de você e nem dos outros.
-2 – Combine com a sua chefia de qual forma vão se comunicar. Vão falar por telefone, aplicativo de mensagem ou e-mail? Isso é importante para que o seu gestor perceba que você está conectado , sim, no trabalho home office.
3 – Se programe e combine com o gestor e com a equipe para fazer o seu horário de almoço e intervalos, não é muito agradável quando algum colega ou seu chefe precisam falar contigo e você não está conectado.
E atenção: para trabalhar nesse modelo de escritório virtual algumas sugestões de ferramentas para o trabalho são muito importantes, por exemplo: para acompanhar tarefas ou mesmo projetos deem uma olhada no Basecamp, Twist, Asana, Slack, Monday, Microsoft Teams, Workplace.
Para disponibilizar conteúdos e materiais e que estejam disponíveis na nuvem de forma organizada e segura, você pode usar: Google Drive, Dropbox, iCloud, Office 365.
E atenção para videoconferências, sugiro que visitem as plataformas do Zoom, Hangouts, Skype.
Nesse momento de pandemia é importante as pessoas identificarem terem sensibilidade com elas e com os outros e caprichar em criar um clima e um bom ambiente para se trabalho em casa.. isso faz toda a diferença”, finaliza.

Cadastre seu WhatsApp em nossa lista de transmissão para
receber as principais informações sobre o Coronavírus no Paraná!