Deputados pedem informações ao Ministério dos Transportes sobre greve dos caminhoneiros

Os deputados estaduais Tião Medeiros, presidente da Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicação, e Marcio Pauliki, presidente da Comissão da Indústria, Comércio, Emprego e Renda da Assembleia Legislativa do Paraná, encaminharam um ofício ao ministro dos Transportes, Portos E Aviação Civil, Valter Casimiro, requisitando um posicionamento do órgão sobre a greve dos caminhoneiros. A paralisação já dura cinco dias e tem reflexos profundos no país.

No ofício, os parlamentares pedem informações em relação aos pleitos da categoria, mais especificamente sobre: a redução da carga tributária incidente sobre operações com óleo diesel a zero; a isenção das Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (Cide); a aplicação da isenção de cobrança de pedágios sobre os eixos erguidos e a aprovação do marco regulatório dos caminhoneiros.

Os caminhoneiros também reivindicam frete com valor de referência mínima por quilômetro rodado; possibilidade de renovação de frota do caminhoneiro autônomo com financiamento através do CPF, com carência de um ano e possibilidade de pagamento em até 10 anos com juros subsidiados.

Tião Medeiros explica que o pedido de informações tem o objetivo de buscar meios de solucionar o impasse. “Sabemos da enorme importância da classe para o país. O aumento no preço dos combustíveis tem tornado problemático o trabalho do transportador autônomo, que não consegue prever os custos”, avalia o parlamentar.  “O transporte rodoviário é o principal meio utilizado no Brasil e os reflexos da paralisação já é sentida em todo o país”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre seu WhatsApp em nossa lista de transmissão para
receber as principais informações sobre o Coronavírus no Paraná!