fbpx

Categoria: Desenvolvimento Social

Realizada a licitação para obras no Colégio Agrícola Estadual do Noroeste, em Diamante do Norte

O deputado estadual Tião Medeiros (PTB) comemorou, nesta manhã de segunda-feira (28), a abertura da licitação do Colégio Agrícola Estadual do Noroeste, em Diamante do Norte. O deputado vem trabalhando na liberação de recursos e prorrogação dos convênios desde 2016.

A Comissão Permanente de Licitação do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) reuniu-se, em seu auditório, para o recebimento e abertura dos envelopes. Foram recebidos 12 envelopes de proponentes entregues e lacrados dentro do prazo estabelecido no edital para a participação, mas somente representantes de 5 empresas estavam no local.

Segundo o deputado a obra é necessária. “A estrutura atual está bastante antiga e defasada. O empreendimento é extremamente importante para o desenvolvimento de Diamante do Norte, tanto na questão econômica quanto na formação de estudantes da região noroeste. É uma etapa vencida neste processo que já dura anos. A concretização de um sonho”, afirmou.

Para o prefeito de Diamante do Norte, Daniel Domingos Pereira (PT), a obra é muito importante pelo fato de tratar de educação e também porque irá gerar emprego e renda para o município, tanto na construção quanto na manutenção do colégio. “Este é um projeto que vem desde 2013 e no caminho encontramos o deputado Tião Medeiros que foi muito importante para que chegássemos a este dia”, disse.

A nova estrutura vai possibilitar a ampliação da capacidade de atendimento de 260 para 600 alunos anualmente. O projeto prevê salas de aula, laboratórios para aulas práticas, biblioteca, refeitório e dormitórios. Além disso vai integrar a Unidade Didática Produtiva, área em que os alunos têm aulas práticas no campo.

Segundo o diretor da escola, Ivo Suzuki, atualmente a escola funciona dentro de prédios antigos adaptados. “A comunidade e os alunos esperam há muito tempo pelo início das obras”, continuou.

Após o encerramento da fase de habilitação a Comissão declarou vencedora do certame a empresa M.V.L. Engenharia e Construções Ltda. com o valor de R$ 10,3 milhões.

Loanda vai receber recursos para aprimorar a coleta seletiva no município

302,340

Região Noroeste vai ganhar centro de treinamento em piscicultura para formação de criadores

A região Noroeste vai ganhar um centro de treinamento em piscicultura para formação de criadores de peixe. A notícia foi confirmada nesta terça-feira (18) ao deputado estadual Tião Medeiros (PTB), durante encontro com o secretário de Ciências, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, e o pesquisador da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Ricardo Pereira Ribeiro, que apresentou o projeto.

Por intermédio de Tião Medeiros, a secretaria vai investir cerca de R$ 1 milhão para implantar o centro, que deve funcionar nas dependências da Estação de Piscicultura da UEM com toda a estrutura de alojamento, refeitório, salas de aula e materiais para atender os produtores. A previsão é de que o projeto comece a ser implantado no meio deste ano e esteja completo até o ano que vem.

O deputado vem discutindo a proposta de criação do centro de inovação tecnológica para treinamento em piscicultura desde o ano passado. A ideia é de que o local possa formar criadores de tilápia com uma técnica inovadora, chamada de Bioflocus. No sistema, os peixes são criados em tanques sem que haja a renovação da água. O nitrogênio excretado pelos animais é assimilado diretamente em biomassa bacteriana, que é utilizada na alimentação dos próprios peixes.

Para o deputado, os principais beneficiados são pequenos criadores. “Esta é uma alternativa moderna que pode ser viabilizada com baixo custo, democratizando a criação. Pode ser implantada em pequenas áreas com baixos valores. Vamos criar mais uma alternativa de renda para produtores e atender a demanda consumidora de nossa região. Nosso objetivo é implantar políticas efetivas que deem resultados”, explica.

Segundo o professor Ricardo Pereira Ribeiro, a intervenção de Tião Medeiros foi fundamental para a conquista.  “Com o trabalho do deputado junto à Secretaria, vamos poder democratizar a piscicultura de uma maneira menos impactante para o meio ambiente”, diz o pesquisador.

Ordem de serviço autoriza início das obras de pavimentação da Estrada do Campo

JOIN THE CAMPAIGN EFFORT

Get Off the Sidelines!

Be a part of the movement and participate in building a better future for our country! Join this historical campaign and stand up for the values that make our country great. Make a difference.

OUR CAMPAIGN IS POWERED BY CONTRIBUTIONS
FROM SUPPORTERS LIKE YOU

img
3,734,234

Dolars in Campaign Contiributions So Far

Municípios do Noroeste recebem caminhões para coleta seletiva de lixo

O deputado Tião Medeiros (PTB) participou nesta terça-feira (21), ao lado do governador Beto Richa, da assinatura de convênios com 34 municípios para a compra de caminhões para coleta seletiva de lixo. Tião Medeiros indicou o município de Tamboara para receber o veículo. Na região, Terra Rica e Porto Rico também receberão caminhões. O Governo do Estado repassará cerca de R$ 8 milhões para as administrações municipais melhorarem o atendimento à população com serviço de reciclagem.

“Como contrapartida, os municípios deverão disponibilizar barracão para triagem dos recicláveis, combustível e a manutenção dos equipamentos. As cidades também devem priorizar a participação de cooperativas ou de outras formas de associações de catadores de materiais recicláveis no município, dando-lhes condições dignas de trabalho. É um trabalho muito importante, que vai transformar a vida de muitas famílias”, diz Tião Medeiros.

Os convênios fazem parte da primeira etapa do Sistema Integrado de Coleta Seletiva, coordenado pelo Instituto Águas do Paraná, vinculado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Os veículos são doação do Estado.

Com o recurso, cada município atendido vai licitar a compra de um caminhão específico para coletar o lixo separadamente. Além dos 34 municípios, neste ano o Governo já repassou recursos para outros oito municípios, totalizando 42 convênios. Até 2018 a meta é atender todos os municípios de pequeno e médio porte.

Além da compra de caminhões, o Instituto Águas do Paraná apoiará os municípios com equipamentos para separação e com capacitação dos catadores. De acordo com o Águas Paraná, o objetivo do governo estadual é implantar nos municípios cooperativas de catadores de materiais recicláveis.

Atualmente no Brasil, apenas 18% dos municípios têm coleta seletiva, enquanto no Paraná são 50%. A meta é que todos os municípios paranaenses tenham sistema de coleta seletiva para contribuir para o desenvolvimento social e ambiental do Estado. O Estado irá investir R$ 400 mil em cada município.

 

Com informações da Agência de Notícias do Paraná

Foto: Orlando Kissner/ANPr

Projeto prevê gratuidade de transporte intermunicipal a idosos

O deputado estadual Tião Medeiros (PTB) apresentou, ao lado do deputado Felipe Francischini (Solidariedade), um projeto de Lei que prevê a gratuidade do transporte intermunicipal aos idosos com idade igual ou superior a 60 anos no Paraná. O projeto visa estender o benefício aos idosos usuários do transporte intermunicipal, já que a medida existe na esfera interestadual.

“Esta é uma luta antiga desta parcela da sociedade, que busca a preservação das prerrogativas do Estatuto do Idoso, garantindo um tratamento diferencial a quem tem mais de 60 anos de idade”, disse Tião Medeiros.

A proposta prevê a reserva de duas vagas gratuitas por veículo para idosos com renda igual ou inferior a dois salários-mínimos regionais; desconto de 60%, no mínimo, no valor das passagens para os idosos que excederem o número de vagas gratuitas e que tenham renda igual ou inferior a dois salários mínimos regionais; além de desconto de no mínimo 50% no valor das passagens para os idosos que tenham renda superior a dois salários mínimos regionais.

O projeto determina ainda que a cobrança do seguro de acidentes pessoal obrigatório poderá ser recolhida separadamente no momento da reserva da passagem, conforme determinação da legislação estadual vigente. Para ter acesso à gratuidade, o idoso deverá apresentar, na compra das passagens, qualquer documento pessoal oficial que comprove a idade ao lado de documento emitido por órgão governamental que comprove sua renda.

Maria Helena vai receber uma unidade do Creas

 

O município de Maria Helena, no Noroeste do Estado, vai receber uma unidade do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas). A notícia foi confirmada ao deputado Tião Medeiros nesta segunda-feira (24), durante reunião com a secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. De acordo com a secretária, as obras devem começar ainda este ano. A previsão é de que a construção seja entregue em 2016.

“Com o novo Creas, o município poderá fortalecer os serviços municipais de proteção social especial de média complexidade. O local vai oferecer atendimento às famílias e indivíduos em situações de violação de direitos, com serviços especializados de apoio, orientação e acompanhamento adequado”, afirmou o deputado.

A construção faz parte de investimentos do governo do Estado na área da assistência social, como a ampliação do programa Família Paranaense. O programa prevê a construção de 22 Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e oito Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) que serão entregues equipados aos municípios. Essas unidades são responsáveis pelos serviços de proteção social básica e especial oferecidos a indivíduos e famílias.

Os Creas oferecem apoio e orientação especializados a indivíduos e famílias vítimas de violência física, psíquica e sexual, negligência, abandono, ameaça, maus tratos e discriminações sociais. No local, é desenvolvido um trabalho de acolhimento das vítimas de violência; de acompanhamento e redução de ocorrência de riscos, agravamento ou recorrência; além do desenvolvimento de ações para diminuir o desrespeito aos direitos humanos e sociais.

No encontro, o deputado pleiteou outros investimentos para toda a região. “Buscamos o apoio da secretaria para melhorar e contribuir com o desenvolvimento social no Paraná”, disse Tião Medeiros.