Categoria: Geral

Firmado convênio para pavimentação de ruas em Santa Isabel do Ivaí

Foi assinado e publicado o convênio, entre a prefeitura de Santa Isabel do Ivaí e o Governo do Estado, que permite o início das obras de pavimentação com blocos sextavados na Vila Rural Nossa Senhora Aparecida do Distrito de São José do Ivaí.
O investimento de R$ 1.883.943,90 foi viabilizado pelo trabalho do deputado estadual Tião Medeiros (PTB) junto à Secretaria de Infraestrutura e Logística do Paraná.

“Esta é uma obra que impacta diretamente a vida das pessoas que moram na vila rural. É menos poeira, menos dificuldade de tráfego. Não é apenas uma mudança urbana. É investimento na qualidade vida da população”, afirma o parlamentar.

As obras devem começar até julho com recursos destinados pela SEIL, além de uma contrapartida do município.

“Serão várias famílias beneficiadas diretamente com essa pavimentação. Agradeço ao deputado Tião Medeiros pela indicação do convênio e, também, ao Governo do Estado do Paraná por este apoio”, declara o prefeito de Santa Isabel do Ivaí, Freonizio Valente.

Tião Medeiros confirma mais de 1 milhão de reais para Nova Londrina

O deputado estadual Tião Medeiros (PTB) comemorou a autorização de licitação para construção do parque urbano de Porto do Tigre, em Nova Londrina. Serão investidos R$ 1.6 milhão na revitalização da orla, recuperação da área de passeio e instalação de quiosques.

Esta foi uma conquista do parlamentar em um trabalho conjunto com o prefeito da cidade, Vico Bono. Os recursos foram destinados por meio de convênio entre o Governo do Estado, por intermédio do Instituto Água e Terra, e o município.

Para Tião Medeiros, a liberação dos recursos demostra o compromisso com o município de Nova Londrina. “Sabemos que as cidades do interior são as que mais necessitam de um olhar atento do poder público. O Porto do Tigre é uma área sustentável, de preservação ambiental e que agora se tornará mais uma opção de lazer para a população”, disse o deputado.

Nova Londrina recebe carros para a Saúde e asfalto novo

Nova Londrina, na Região Noroeste do Paraná, conta agora com novos veículos para a para a área da Saúde. Cinco carros para as Unidades Básicas de Saúde e uma van para o transporte de pacientes foram entregues ao município.

O repasse de R$ 345 mil reais foi feito pelo deputado estadual Tião Medeiros (PTB) e pelo Governo do Estado.

“Saúde sempre foi prioridade. Por isso, neste momento tão delicado e em que os investimentos precisam aumentar, faço esse repasse para atender a população de Nova Londrina”, afirma Medeiros que, nesta semana, também destinou para a cidade mais de R$ 1 milhão de reais que serão investidos em pavimentação asfáltica.

A licitação já foi feita e o dinheiro da obras liberado. Os trabalhos de recuperação das ruas devem começar nos próximos dias.

Tião Medeiros visita Santa Casa após entrega de novos respiradores

Neste sábado, 25, em Paranavaí, o deputado estadual Tião Medeiros (PTB) esteve na Santa Casa para conhecer a ala Covid-19 onde foram instalados os dez novos respiradores destinados para atender pacientes em estado grave diagnosticados com o novo coronavírus.

“Eu vim saber se os respiradores que eu liberei no Ministério da Saúde e mandei, pelo Estado, aqui para Paranavaí, já estão em funcionamento. E estão sim. Por isso, hoje a Santa Casa conta com 20 equipamentos de UTI, com respiradores, prontos para receber as pessoas afetadas pelo Covid. Neste momento são apenas três pessoas na UTI e 15 na enfermaria”, relata o deputado.

Os equipamentos foram enviados pelo Ministério da Saúde depois de pedido feito pelo parlamentar. No último fim de semana, Tião Medeiros acompanhou a chegada dos respiradores em Curitiba e, em seguida, o envio para o interior.
Os dez aparelhos, descarregados em Paranavaí na quarta-feira, foram instalados na quinta-feira na Unidade Central e, desde então, são usados no atendimento à população.

Tião medeiros aproveitou para agradecer aos profissionais de saúde pelo importante trabalho prestado.
“Os problemas de saúde não param. Por isso, eu quero agradecer a cada um de vocês, profissionais da saúde. Médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, toda a equipe da saúde pública. De maneira muito especial quero agradecer a Santa Casa de Paranavaí que atende toda a nossa região”,

A Santa Casa de Paranavaí é referência para 28 municípios da Região Noroeste do Estado onde vivem mais de 280 mil pessoas.

“Havia uma grande ansiedade na região pela demora na chegada destes equipamentos. Estes respiradores são um benefício não só a Paranavaí, mas a toda a região. Não podemos desprezar esse caráter regional da Santa Casa que atende toda a Amunpar”, finaliza.

Coronavírus: Paranavaí recebe dez respiradores novos para enfrentar a doença

O deputado estadual Tião Medeiros (PTB) conseguiu 10 novos aparelhos respiradores para a Santa Casa de Paranavaí.
Os novos equipamentos chegaram a Curitiba neste domingo, 19, e agora seguem para o interior do Estado onde devem ser instalados durante a semana na Unidade Morumbi.
O pedido foi feito junto ao Ministério da Saúde, em Brasília, e contou com o apoio do deputado federal Pedro Lupion (DEM).

Os respiradores vão ser usados de forma prioritária no atendimento a pacientes em estado grave diagnosticados com o novo coronavírus que precisam de leitos em UTI.

“São dez equipamentos completos que eu consegui intervir junto ao Ministério da Saúde para liberá-los para o Estado do Paraná, para Paranavaí. O problema tem sido a falta de equipamentos. Não tem para todo mundo”, relata o parlamentar.

Tião Medeiros destaca que a batalha já é antiga. “Eu estou desde o começo desta história lutando todos os dias para que isso aconteça. Mas como eu disse, o Brasil inteiro e boa parte do mundo está atrás destes equipamentos. Então não é fácil, não é uma questão só de dinheiro. Por isso, hoje em primeira mão eu trago esta notícia para acalmar o coração das pessoas de Paranavaí e dizer que a Unidade Morumbi da Santa Casa vai funcionar logo e terá 10 leitos de UTI no combate ao Covid-19”, comemora o deputado.

UNIDADE MORUMBI – A unidade tem 7,4 mil metros quadrados de área construída e 126 leitos. A primeira etapa das obras de começou em 2015. Na época, Tião Medeiros conseguiu firmar um convênio com o Governo do Estado que garantiu quase R$ 10 milhões em recursos para a construção da parte administrativa, da UTI, do centro cirúrgico, do refeitório, da lavanderia e de parte da ala de internação.
Em 2017, um novo convênio de R$ 11 milhões possibilitou a segunda etapa. Foi finalizada a ala de internação, as salas de diagnóstico ficaram prontas, além de um estacionamento para 200 veículos paisagismo.
Em 2018, Tião Medeiros intermediou um novo convênio com o Governo do Estado. O repasse de aproximadamente R$ 20 milhões foi feito em setembro de 2019 para a compra de equipamentos para o hospital que é referência para 28 municípios da Região Noroeste do Estado onde vivem mais de 280 mil pessoas.

Em reunião com governador, secretários e senadores do Paraná, Tião Medeiros cobra agilidade na entrega de respiradores para o Noroeste

Nesta segunda-feira, 13, o deputado estadual Tião Medeiros (PTB) esteve em reunião, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, com o governador, Carlos Massa Ratinho Júnior; com o secretário de estado da saúde, Beto Preto; o chefe da Casa Civil, Guto Silva, e por videoconferência com os três senadores do Paraná – Alvaro Dias, Flavio Arns e Oriovisto Guimarães.

Durante o encontro, o parlamentar pediu agilidade na entrega de respiradores para a Santa Casa de Paranavaí, na Região Noroeste.

“A Santa Casa é a nossa referência em saúde pública. Ficou combinado que o governador vai falar com o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, para liberar o quanto antes os respiradores para que possam funcionar os leitos de UTI e também a nova unidade, Morumbi, exclusivamente no atendimento aos caso de covid neste momento”, explica.

Tião Medeiros reforçou a importância do hospital que recebe pacientes de outras cidades e se mostrou preocupado com a situação neste momento de enfrentamento ao novo coronavírus.

“Tenho falado todos os dias com o governo. A unidade Morumbi está pronta, só que agora faltam os respiradores. É um problema geral que estamos enfrentando. Antes, a China cobrava um valor pelos equipamentos e agora esse custo aumentou quase quatro vezes”, desabafa o deputado.

Na última semana, Tião Medeiros encaminhou à Secretaria da Saúde um ofício solicitando a abertura de 30 leitos na Santa Casa de Paranavaí – Unidade Morumbi. Destes, dez são unidades de terapia intensiva destinadas para atender pacientes em estado grave diagnosticados com o novo coronavírus.
Ele lembra que o hospital que é referência para 28 municípios da Região Noroeste do Estado onde vivem mais de 280 mil pessoas.

“Neste momento é preciso agilidade para estruturar os leitos e instalar os equipamento. Não podemos esperar; é uma luta contra o tempo”, finaliza.

/ In Geral / By João Marcelo / Comentários desativados em Em reunião com governador, secretários e senadores do Paraná, Tião Medeiros cobra agilidade na entrega de respiradores para o Noroeste

Coronavírus: Tião Medeiros pede abertura imediata de novos leitos na Santa Casa de Paranavaí

O deputado estadual Tião Medeiros (PTB) encaminhou, nesta semana, um requerimento ao secretário estadual da Saúde, Beto Preto.
No documento, o parlamentar solicita a abertura de 30 leitos na Santa Casa de Paranavaí – Unidade Morumbi. Destes, dez são unidades de terapia intensiva destinadas para atender pacientes em estado grave diagnosticados com o novo coronavírus.
Tião Medeiros destaca a importância deste hospital que é referência para 28 municípios da Região Noroeste do Estado onde vivem mais de 280 mil pessoas.

“É um hospital muito importante para toda a região. São muitas as famílias que precisam do atendimento que ali é feito também para pacientes de outras regionais.
Neste momento de pandemia é preciso dar celeridade a este processo de estruturação e instalação dos equipamento. Não podemos esperar; é uma luta contra o tempo. Por isso, pedi ao secretário uma atenção especial. Com certeza esta medida é indispensável no enfrentamento ao novo coronavírus”, avalia Medeiros.

Unidade Morumbi – A unidade tem 7,4 mil metros quadrados de área construída e 126 leitos. A primeira etapa das obras de começou em 2015. Na época, foi firmado um convênio com o Governo do Estado que garantiu quase R$ 10 milhões em recursos para a construção da parte administrativa, da UTI, do centro cirúrgico, do refeitório, da lavanderia e de parte da ala de internação.
Em 2017, um novo convênio de R$ 11 milhões possibilitou a segunda etapa. Foi finalizada a ala de internação, as salas de diagnóstico ficaram prontas, além de um estacionamento para 200 veículos paisagismo.

Em 2018, um novo convênio foi autorizado pelo Governo do Estado. O repasse de aproximadamente R$ 20 milhões foi feito em setembro de 2019 para a compra de equipamentos.
O pedido do deputado é para que esta última esta ganhe mais velocidade e, desta forma, atenda a necessidade local no enfrentamento à Covid-19.

Home Office: como se adaptar a esta nova rotina imposta pela pandemia de coronavírus

Ter um horário estabelecido para acordar, chegar no trabalho, fazer o intervalo de almoço e voltar para casa ainda é a realidade da maioria dos trabalhadores brasileiros.
Há alguns dias, depois da orientação do Ministério da Saúde e de decretos estaduais e municipais que obrigaram empresas de serviços não essenciais a fechar as portas para conter a transmissão do coronavírus, muita gente foi surpreendida.
Além do distanciamento social, um outro desafio apareceu: manter o rendimento profissional mesmo dentro de casa e, muitas vezes, precisando conciliar esta com outras atividades.

O deputado Tião Medeiros conta que, em outras situações, teve a oportunidade de trabalhar de forma remota, mas destaca que este momento é exclusivo e que pode sim ser positivo.

”É uma experiência nova para mim, da mesma maneira que eu acho que inaugura para muita gente e para sociedade brasileira uma mudança nos conceitos de trabalho, de que é possível trabalhar de casa e que pode ser tão produtivo ou mais”, avalia Tião Medeiros que fica on-line e disponível nas redes sociais para dar conta das reuniões pela internet, das Sessões Plenárias da Assembleia Legislativa e de outros assuntos profissionais.

“Eu tenho ficado à disposição, trabalhado do computador e tenho tido bons resultados”, conta.
O parlamentar acredita que este momento inaugura um novo modelo de trabalho.

“Menos custoso para o empresário, para o profissional liberal. Acredito que isso vai se tornar uma regra muito mais que uma exceção. Por isso, eu digo que é um momento de aprendizado. Todas estas atividades nos trazem um aprendizado seja do ponto de vista da saúde pública, da ação coletiva e também do trabalho domiciliar”.

A psicóloga Daniela Leluddak explica que essa já é uma tendência do mundo atual e que a pandemia da Covid-19 tem reforçado a alternativa para que as atividades não parem completamente.
Leluddak destaca que para quem nunca teve essa experiência, organizar-se é o primeiro passo.
”Organizar-se para tal. Pode parecer estranho mas para algumas pessoas ter o compromisso de entrar no trabalho a tal hora faz com que ele se organize para se levantar, se trocar, programar o funcionamento da casa e por ai vai. Uma vez que você trabalhe de casa isso pode não ser tao programado e organizado e ao meu ver esse é o maior problema. As pessoas podem não criar uma rotina é isso pode prejudicar e muito o resultado de um trabalho em home office”.

A psicóloga completa: “É importante ter um processo para o inicio de uma diária de trabalho home office, a que horas deve parar para descansar, quanto tempo de almoço e quando vai parar. Sempre teremos algo a mais para fazer, mas qual é o seu limite? O que para você seria um dia produtivo? Perguntas como essa devem ser feitas por todos nós e respondidas para não ficarmos improdutivos e sem limites em qualquer lugar de trabalho”, explica a profissional que, diz ainda, que este não é um problema apenas de pessoas ansiosas.
“As ansiosas sem duvida podem ter uma dificuldade em operacionalizar, mas não são elas apenas que podem ter problemas. Aqueles que são mais calmos e procrastinam também podem ser o problema. Sendo assim, o que você pode fazer para ser mais produtivo?”, pegunta Lelludak como forma de reflexão.

Por fim, a especialista em aprimoramento de carreiras e de equipes dá algumas dicas de comportamentos e ferramentas que podem ajudar durante este período.

“Mantenha o foco no que você precisa fazer e faça.
1 – Escolha ferramentas de comunicação e recebimento de material que agilize e não trave o trabalho de você e nem dos outros.
-2 – Combine com a sua chefia de qual forma vão se comunicar. Vão falar por telefone, aplicativo de mensagem ou e-mail? Isso é importante para que o seu gestor perceba que você está conectado , sim, no trabalho home office.
3 – Se programe e combine com o gestor e com a equipe para fazer o seu horário de almoço e intervalos, não é muito agradável quando algum colega ou seu chefe precisam falar contigo e você não está conectado.
E atenção: para trabalhar nesse modelo de escritório virtual algumas sugestões de ferramentas para o trabalho são muito importantes, por exemplo: para acompanhar tarefas ou mesmo projetos deem uma olhada no Basecamp, Twist, Asana, Slack, Monday, Microsoft Teams, Workplace.
Para disponibilizar conteúdos e materiais e que estejam disponíveis na nuvem de forma organizada e segura, você pode usar: Google Drive, Dropbox, iCloud, Office 365.
E atenção para videoconferências, sugiro que visitem as plataformas do Zoom, Hangouts, Skype.
Nesse momento de pandemia é importante as pessoas identificarem terem sensibilidade com elas e com os outros e caprichar em criar um clima e um bom ambiente para se trabalho em casa.. isso faz toda a diferença”, finaliza.

A Saúde não pode esperar, diz Tião Medeiros sobre repasse de R$37 milhões para enfrentamento ao Coronavírus

A Assembleia Legislativa do Paraná vai transferir R$ 37,7 milhões do Fundo de Modernização do Legislativo para o Fundo Estadual de Saúde do Paraná. Os recursos serão destinados às ações de combate e prevenção do novo coronavírus e da dengue. O valor é o montante total disponível no Fundo do legislativo.

Um projeto de lei complementar foi apresentado, nesta quarta-feira (25) durante a sessão plenária, pela Comissão Executiva da Casa, formada pelo presidente Ademar Traiano (PSDB), primeiro secretário Luiz Claudio Romanelli (PSB) e segundo secretário Gilson de Souza (PSC) para autorizar a transferência dos recursos. Segundo o presidente da Casa, deputado Ademar Traiano, será assinado um convênio com o Governo do Estado para formalizar o repasse dos recursos que seriam utilizados para a modernização de alguns setores da Assembleia. A decisão foi tomada em consenso com todos os parlamentares.

Para o deputado estadual Tião Medeiros, reformas podem esperar e o atendimento à população é muito mais importante.

A modernização, a estruturação e as reformas que a Assembleia ia fazer são importantes, mas não são prioridade. Neste momento, prioridade é a estruturação dos hospitais e de toda a área da Saúde. Por isso, decidimos passar R$37 milhões de reais para a Secretaria de Saúde, deixando estas reformas para um segundo momento. Isso pode esperar. O que não pode esperar é a Saúde”, defende o deputado.

/ In Geral / By João Marcelo / Comentários desativados em A Saúde não pode esperar, diz Tião Medeiros sobre repasse de R$37 milhões para enfrentamento ao Coronavírus

Coronavírus – Isolamento Social X Saúde Mental

Em tempos de Coronavírus uma das grandes preocupações é com a saúde mental das pessoas. Neste momento de incertezas sobre o futuro, somado ao isolamento social que alterou a rotina de todos, o ritmo de trabalho, a vida social e principalmente o contato afetivo, sentimentos como o medo, insegurança, tristeza, ansiedade tendem a aparecer ou a ser ainda mais intenso em pessoas que já possuem algum tipo de transtorno, como a depressão por exemplo.

Uma publicação na revista científica The Lancet aborda os sintomas mais presentes na sociedade depois do período da epidemia de SARS (Síndrome Respiratória Aguda) que surgiu em 2002. De acordo com o estudo, os efeitos psicológicos negativos do isolamento incluem estresse pós-traumático e depressão.

Segundo a psicóloga Sandra Mosello o modo como cada sujeito vai reagir ao estado atual de isolamento social não vai ser muito diferente de como age no seu cotidiano diante de situações difíceis. “O que preocupa mais, neste momento, são os acúmulos de agentes estressores para além da quarentena, como qual a situação econômica da pessoa ou como este momento afetará sua renda. Acredito que um grande problema a ser enfrentado seja a sobreposição de fatores e a duração desta situação”, completou.

Andrea Guimarães, também psicóloga, disse que algumas medidas importantes podem ser adotadas no dia a dia para ter uma melhor qualidade de vida neste período e cuidar da saúde mental. Evitar o bombardeio de informações, estabelecer uma rotina, aproveitar o tempo em família e praticar atividade física de pelo menos 30 minutos por dia são algumas das recomendações.

Esta matéria vem a ser uma abraço cuidadoso em todos aqueles que estão em quarentena, fazendo sua parte, para o bem estar de todos.

Coronavírus – saiba quais são as medidas do governo que devem ser adotadas por estabelecimentos essenciais

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o Governo do Estado criou recomendações que devem ser adotadas imediatamente por estabelecimentos que vão seguir o funcionamento normal por prestarem serviços que são considerados essenciais para população.

As medidas foram adotadas para dar mais segurança e garantir o controle de circulação do Covid-19.

Entre as primeiras ações, está a limitação da quantidade de produtos que podem ser adquiridos por cliente e, assim, evitar o desabastecimento de alimentos de primeira necessidade, itens de higiene pessoal e limpeza.

Outra determinação é que a de que o atendimento dos pacientes com suspeita de coronavírus em farmácias e laboratórios deverá ser feito em local exclusivo. Além disso, o profissional deve estar com Equipamentos de Proteção Individual.

NO TRANSPORTE COLETIVO – As empresas precisam garantir a circulação de ar e disponibilizar álcool em gel 70% para motoristas e cobradores.

A disponibilidade do número de passageiros em transporte rodoviário intermunicipal e interestadual não pode exceder a metade da capacidade total do veículo.

Já para os estabelecimentos comerciais não essenciais, é permitido expediente interno e vendas por internet, telefone ou outros meios, desde que sem a presença de público.

Os serviços de delivery e drive thru devem respeitar as orientações de higiene e limpeza e disponibilizar máscaras, luvas e álcool em gel 70% para empregados e colaboradores.

Veja outras medidas que os estabelecimentos essenciais devem adotar imediatamente:

I – Empregar mecanismos de restrição de acesso ao público;

II – Observar distância mínima de 1,5 metro entre pessoas durante atendimento e espera, com fita, giz, cones, e outros materiais que possam ser usados para sinalização;

III – Considerar a capacidade de lotação máxima de 50% da disposta no alvará de funcionamento;

IV – Disponibilizar espaço externo para área de espera, sempre que possível, e se as condições climáticas permitirem;

V – Disponibilizar informações visíveis ao público com as orientações das medidas para contenção da Covid-19, nas áreas de circulação e uso comum;

VI – Suspender, durante o período de enfrentamento da emergência de saúde pública da Covid-19, a alimentação e degustação de produtos, com exceção da alimentação dos próprios colaboradores do estabelecimento;

VII – Providenciar o desenvolvimento de estratégias para diminuir o tempo que o usuário/cliente permanece em espera;

VIII – Adotar medidas adicionais para evitar a aglomeração de pessoas, como horários diferenciados para clientes com necessidades específicas;

IX – Disponibilizar álcool em gel em 70% ou equivalente profilático, para os empregados, colaboradores e consumidores;

X – Reforçar as ações de higiene em corrimãos, maçanetas de portas, carrinhos, cestas de compras, banheiros e nas áreas de circulação de público e de preparação de alimentos, com intervalo máximo de três horas;

XI – Disponibilizar aos empregados e colaboradores equipamento de proteção individual, luvas e máscaras de procedimento;

XII – Estimular métodos eletrônicos de pagamento;

XIII – Manter locais de circulação e áreas comuns com os sistemas de ar condicionado revisados e limpos, como filtros e dutos, e obrigatoriamente com janelas externas ou qualquer outra abertura, que contribua com a renovação do ar.

Os estabelecimentos essenciais deverão priorizar o atendimento aos seguintes usuários ou clientes:

I – Idosos,

II – Com sintomas respiratórios;

III – Pacientes transplantados;

IV – Portadores de doenças autoimunes, como artrite reumatoide, psoríase, esclerose múltipla e Doença de Crohn, dentre outras.

Segundo o decreto estadual, são considerados serviços e atividades essenciais:

– captação, tratamento e distribuição de água;

– assistência médica e hospitalar;

– assistência veterinária;

– produção, distribuição e comercialização de medicamentos para uso humano e veterinário e produtos odonto-médico-hospitalares, inclusive na modalidade de entrega delivery e similares;

– produção, distribuição e comercialização de alimentos para uso humano e veterinário, inclusive na modalidade de entrega delivery e similares, ainda que localizados em rodovias;

– agropecuários para manter o abastecimento de insumos e alimentos necessários à manutenção da vida animal;

– funerários;

– transporte coletivo, inclusive serviços de táxi e transporte remunerado privado individual de passageiros;

– fretamento para transporte de funcionários de empresas e indústrias cuja atividade esteja autorizada ao funcionamento;

– transporte de profissionais da saúde e de coleta de lixo;

– captação e tratamento de esgoto e lixo;

– telecomunicações;

– guarda, uso e controle de substâncias radioativas, equipamentos e materiais nucleares;

– processamento de dados ligados a serviços essenciais;

– imprensa;

– segurança privada;

– transporte e entrega de cargas em geral;

– serviço postal e o correio aéreo nacional;

– controle de tráfego aéreo e navegação aérea;

– compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais nas instituições financeiras;

– atividades médico-periciais relacionadas com o regime geral de previdência social e a assistência social;

– atividades médico-periciais relacionadas com a caracterização do impedimento físico, mental, intelectual ou sensorial da pessoa com deficiência, por meio da integração de equipes multiprofissionais e interdisciplinares, para fins de reconhecimento de direitos previstos no Estatuto da Pessoa com Deficiência;

– outras prestações médico-periciais da carreira de Perito Médico, indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade;

– setores industrial e da construção civil, em geral;

– geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e de gás;

– iluminação pública;

– produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados;

– vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias;

– prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doença dos animais;

– inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal;

– vigilância agropecuária;

– transporte de numerário;

– serviços de manutenção, assistência e comercialização de peças de veículo automotor terrestre.

/ In Geral / By João Marcelo / Comentários desativados em Coronavírus – saiba quais são as medidas do governo que devem ser adotadas por estabelecimentos essenciais

Tião Medeiros faz apelo para que a população fique em casa

O deputado estadual Tião Medeiros (PTB) usou as redes sociais para alertar a população sobre a importância seguir as recomendações do poder público e ficar em casa nos próximos dias.

A orientação de sair apenas quando necessário é para evitar a transmissão comunitária do coronavírus.

No vídeo publicado, o parlamentar lembrou sobre o cuidado redobrado com idosos e outras pessoas do grupo de risco – aquelas com doenças respiratórias crônicas, diabetes e hipertensão.

Além do isolamento, Tião Medeiros reforçou a importância de uma alimentação saudável e sem excessos para reforçar a imunidade.

“Todo mundo tem que fazer a sua parte. Eu estou trabalhando pelo computador, fazendo as reuniões pelo celular. Agora é um momento para cuidar da imunidade, se alimentar direito, não beber, evitar aglomerações. A situação é séria. Eu estou fazendo a minha parte e conto com a ajuda de todos”, alertou o deputado.